Mercado imobiliário

Economia em crise, como se organizar na compra de seu imóvel

Crise?! A palavra crise tem tomado um importante espaço no vocabulário dos brasileiros, no entanto, o último ano apresentou índices de melhora fazendo com que 2020 começasse com promessas de estabilização econômica e crescimento. Porém, com a chegada do COVID-19 o atual cenário tem provocado incertezas e uma grande dúvida surgiu: ainda vale a pena adquirir um novo imóvel?

Apesar do momento ser de dúvidas, ele ainda pode ser considerado uma grande oportunidade para realizar a compra do apartamento dos sonhos, além de ser um investimento que dificilmente desvaloriza, as construtoras se apresentam mais flexíveis para negociações e os bancos oferecem melhores taxas de juros para financiamentos imobiliários.

Por isso, estruturar um bom planejamento para alcançar o objetivo do novo imóvel é fundamental e para isso separamos alguns pontos importantes a considerar:

Preços estáveis:

Considerando o cenário econômico dos últimos anos, o mercado imobiliário tem mantido seus preços sem grandes alterações, o que torna os imóveis mais acessíveis.

Financiamentos com juros menores:

Com a queda de juros, principalmente considerando a taxa Selic, os financiamentos imobiliários estão mais acessíveis, gerando facilidade para conseguir finalizar seu imóvel.

Compromisso a longo prazo:

Financiar um imóvel é uma decisão de longo prazo e para que você desfrute de seu novo lar sem dores de cabeça no futuro, é fundamental não comprometer mais que 20% de sua renda familiar total.

Tendo em vista esses pontos, apesar dos desafios da crise, pode-se dizer que o momento atual traz grandes benefícios para quem está procurando um novo imóvel. Agora resta colocar todos os gastos no papel e se planejar.

 

Confira alguns dos apartamentos nos melhores endereços do ABC e Litoral Paulista em nosso site: http://maximoaldana.com.br/lista-de-imoveis?=residencial